domingo, 30 de setembro de 2012

Desafio dos 30 dias #1


Dia 01 - 15 factos interessantes sobre ti mesmo (foto à escolha)
(eu era motoqueira)
1 - Sou estudante de fisioterapia.
2- Sou membro da XelbTuna e fiz parte de uma banda de rock da qual era vocalista
3- O rei leão é o filme da minha vida. Foi a primeira vez que fui ao cinema.
4- Benfiquista ferrenha
5- Adoro cozinhar
6- Loucamente apaixonada por música
7- Sete é o meu número da sorte (xD)
8- Adoro comer  pipocas e ver filmes
9- Já escrevi um livro (não está publicado... ainda)
10- Tenho 4 tatuagens
11- Sei fazer, croché, tricô e macramé e bijuteria com cristais Swarovski xD
12- Acreditei no Pai Natal até ao 9 anos, e chorei quando descobri que ele não existia
13-,Sou viciada em tomar banho
14- A minha avó materna, chama-me "carinhosamente" de boneca matrafona (ahahhaahha)
15 - Fiquei em 1º lugar num concurso de poesia sobre o mar :)

TAG "Desafio dos 30 dias"

É a primeira vez que vou participar numa coisa destas 
Vamos lá ver se consigo cumprir xD

Dia 01 - 15 factos interessantes sobre ti mesmo (foto á escolha)
Dia 02- O significado atrás do nome do teu blog (foto á escolha)
Dia 03 - Uma imagem que te retrate na perfeição
Dia 04 - Um hábito que gostarias de não ter
Dia 05 - Uma foto de algum lugar onde já estiveste.
Dia 06 - Uma foto do teu super herói favorito e porquê.
Dia 07 - Um retrato de alguém/algo que tem o maior impacto em ti (foto á escolha)
Dia 08 - Objetivos de curto prazo para este mês (foto á escolha)
Dia 09 - Algo de que estás orgulhoso nos últimos dias (foto á escolha)
Dia 10 - As músicas que ouves quando estás: feliz, triste, entediado... (foto á escolha)
Dia 11 - Uma foto do teu maior vício
Dia 12 - Como descobriste a blogosfera e porque criaste o blog ? (foto á escolha)
Dia 13 - Uma carta para alguém que te feriu recentemente (foto á escolha)
Dia 14 - Uma imagem de alguém com um cabelo parecido com o teu.
Dia 15 - No teu telemóvel, entra na lista de reprodução, primeiras 10 canções mais ouvidas ? (foto á escolha)
Dia 16 - Uma imagem que retrate o que fazes nos teus tempos livres
Dia 17 - Uma foto de alguém com quem não te importavas de ter uma vida a dois
Dia 18 - Uma que retrate os teus planos / sonhos / objetivos
Dia 19 - Uma foto com qualquer coisa que faça parte de ti
Dia 20 - Uma foto que achas que retrata o teu futuro
Dia 21 - Uma imagem de algo que te faz feliz
Dia 22 - Uma foto que retrate o que te faz diferente de toda a gente
Dia 23 - Uma foto de algo que anseias
Dia 24 - Uma carta para os teus pais (foto á escolha)
Dia 25 - Fotos do que eu iria encontrar na tua bolsa/mochila
Dia 26 - O que você pensas sobre os teus amigos ? (foto á escolha)
Dia 27 - Uma foto que mostre qual é o teu telemóvel
Dia 28 - Uma foto que retrate como te sentes agora
Dia 29 - No mês passado, o que aprendeste ? (foto á escolha)
Dia 30 - Quem és tu ? (foto á escolha)

Preciso de morrer...


DESEJO QUE VOCÊ MORRA
(Ana Maria Braga)


Se você pensar bem, você precisa morrer todos os dias.

A morte, nada mais é que uma passagem, uma transformação.

Não existe, por exemplo, planta sem a morte da semente.

Não existe embrião, sem a morte do óvulo e do espermatozóide.

Não existe borboleta sem a morte da lagarta. Então, óbvio!

A morte nada mais é do que o ponto de partida para o início de algo muito novo.

É a fronteira entre o passado e o futuro.

Você quer ser um bom universitário?

Você tem que matar dentro de você o secundarista aéreo, translocado, que acha que tem muito tempo pela frente.

Você quer ser um bom profissional?

Então mate dentro de você o universitário descomprometido porque acha que a vida se resume a estudar só o suficiente para fazer aquela prova.

Quer ter um bom relacionamento?

Então mate dentro de você o jovem inseguro, ou ciumento, ou o solteiro solto que pensa que pode fazer plano sozinho sem ter que dividir projetos e o tempo com mais alguém.

Enfim, todo processo de evolução exige que matemos o nosso Eu passado Interior ou não.

E qual o risco de não agirmos assim?

De não matarmos o que passou?

O risco está em tentarmos ser duas pessoas ao mesmo tempo.

E com isso você perde o foco.

Você compromete a produtividade e por fim, acaba prejudicando muitas pessoas.

E muitas dessas pessoas não evoluem porque ficam se agarrando e se agarrando, ao que era, não se projeta ao que são, ou ao que desejam ser.

Mas pra uma nova etapa é preciso abrir os olhos para o que já foi.

Você quer ser um líder, um profissional, um pai, uma mãe, um cidadão, um amigo melhor, mais evoluído, então se pergunte agora com sinceridade.

O que você precisa matar ainda hoje pra que nasça o ser que você tanto deseja?

E eu desejo hoje que você pense muito nisso e MORRA!

Porque com o renascimento, com certeza, como a borboleta, você será ainda melhor!
Mania que as pessoas têm de dizer que o dia está feio quando está nublado e a chover!
Eu cá adoro! O friozinho, as gotas da chuva contra a janela, a trovoada... adoro o outono!

O cheiro de castanhas assadas em cada esquina

O cheiro da terra molhada

Aquecer as mãos na caneca do café quente!

Gosto das meias fofas e confortáveis


Agora digam-me! Como podem dizer que são dias feios?





sexta-feira, 28 de setembro de 2012

É das trajadas que eles gostam mais


Será? ahahaha! Adorei o presente da minha madrinha, um emblema para a minha capinha!

domingo, 23 de setembro de 2012

Coisas da minha irmã

Ela, na altura, andava no 4º ano e tinha um livro infantil de anedotas. Então na hora do leite e bolachas, ela e um colega que tinha outro livro de parecido juntavam-se e contavam à professora e aos colegas.
Um belo dia a professora perguntou se sabiam mais alguma, a minha irmã toda lampeira diz que tem uma anedota nova. Abre o livro e começa a ler:

A professora certifica-se de que a lição dos animais estava muito bem estudada por todos os alunos:
 - Meninos o que dá a ovelha?
- A ovelha dá lã!
- Muito bem! E a galinha?
- Ovos..
- Perfeito! E a vaca?
- A vaca dá-nos trabalho para casa!


Os colegas dela começaram todos a rir sem parar e ela não entendia o porque da professora olha-la com cara de poucos amigos.
A minha irmã chegou a casa toda comprometida a contar o acontecido. A minha mãe toda chocada não sabia se lhe havia de dar uma chapada ou se ria.


Gostava de ter sido uma mosquinha para ver a cara da professora

…e assim se faz Portugal, uns vão bem, e outros mal



Apesar de ter sido estudante de história, os ideais políticos não são o meu forte. Mas a verdade é que olhando de fora as pessoas tendem a culpar o primeiro-ministro pelo estado do País. E a culpa não é dele! A culpa é de quem viveu acima das suas possibilidades, de quem não soube gerir os seus rendimentos. 
Antigamente a crise era à seria. Havia muita fominha.  Hoje temos em conta mais bens essenciais que na verdade podemos muito bem viver sem eles.Há 40 anos atrás, só havia uma televisão em casa e…se houvesse! Não havia internet nem os 40 canais, não haviam cá telemóveis xptos que custam quase um ordenado. Os livros escolares passavam de irmãos para irmãos.
Cá em casa sempre vivemos na austeridade. Por isso estes ideais não nos fizeram muita mossa. Só comprávamos quando havia dinheiro, nunca tivemos dívidas. Quando não havia dinheiro não se comprava e nunca me faltou nada. O meu pai trabalha há 27 anos na mesma empresa e nunca faltou um único dia, nunca chegou atrasado, nunca esteve de baixa. Inúmeras foram as vezes que foram para o emprego doente. O país precisa de rigor para se erguer, só que os portugueses são preguiçosos e agora já dói ter de abdicar de regalias que não mereciam. Hoje paga o justo pelo pecador. 
Lembro-me de uma vez o meu primo contar sobre  um amigo dele que trabalhou durante 2 anos numa empresa bem sucedida no Japão. Propuseram-lhe gerir uma empresa do mesmo modelo em Portugal. Então assim foi…
Os japoneses abriram a empresa. Instalaram as mesmas máquinas, os mesmos modelos de trabalho, a mesma carga horaria, porém eles não entendiam o porque da produção ser menos 40% que no Japão.  
E o facto é que esse amigo contou-lhe o porque. No Japão as pessoas levam o trabalho a sério. Se era para entrarem as  7 da manhã, eles estavam às 6:30 para picar o cartão, prontos para começar mais um dia. Enquanto o português entrava às 7:15, ia fardar-se, ainda ia tomar o pequeno almoço e o cafézinho. As máquinas? Só eram ligadas as 8:20.
Moral da história… a fabrica não durou nem 2 anos em solo lusitano.

Outro ponto que tem levado Portugal à ruína é o facto do Estado, empresas e famílias, durante mais de uma década consumiram mais do que produziram! Quando a UE nos "deu" dinheiros para apostar na agricultura... os filhos dos senhores agricultores compravam jipes em vez de investir.
Isso só ajudou mais a afundar a nossa nação. Hoje as medidas são duras e severas, ninguém consegue viver para sempre acima das possibilidades, algum dia a bolha teria de rebentar! Cabe agora ao ilústre português saber se adaptar o seu rendimento com o nível de despesa.
Tudo bem que o governo está a ser muito severo!  Quando baixam os ordenados milionários da realeza? Se eu pago a gasolina para me deslocar para o meu emprego porque é que aqueles coirões não o fazem? E porque usam carros dados pelo estado? Se é para haver contenção terá de começar por eles para dar o exemplo.


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Tatuagem

A tatuagem não define carácter. O que o define são as atitudes... por isso deixem-se lá de merdelhices! Eu tenho tatuagens, o corpo é meu! E faço dele o que quiser. Opiniões? Só quando as peço ok?
Como diz Johnny Depp, a tatuagem é uma forma de arte, onde o registro dessa arte no corpo é uma identidade, um diário para toda vida.





segunda-feira, 17 de setembro de 2012

O livro que me fez mudar de ideias

A time to kill é o livro responsável por me fazer desistir da ideia de ser advogada. Aconselho vivamente a sua leitura.

Este best seller aborda um assunto sensível que nos arrasta desde 1800 até ao presente. O racismo entre a sociedade branca e negra.
A história remete-nos a uma América  xenófoba, onde um pai que faz justiça pelas próprias mãos. A sua filha de apenas dez anos é violada e mal tratada por dois homens brancos, bêbedos e racistas na cidade de Canton, Mississipi. 
Ao ver a inocência da sua filha usurpada de forma tão violenta, Carl Lee, o pai, dispara com uma metralhadora à entrada do julgamento, matando assim os violadores e acaba por deixar um polícia branco que os acompanhava, deficiente.

Assim, o livro acaba por não   retratar um crime, mas sim dois, o de violação, arquivado devido à morte dos seus praticantes e o de duplo homicídio retratando tensões sociais. Numa comunidade predominantemente branca, os assassinatos dos dois jovens, fez com que se criasse uma grande controvérsia. Para alguns era um ultraje e para outros justiça. Já a comunidade negra a acção de Carl Lee foi a merecida.
Aparece entao Jake, um advogado, branco, novo e ansioso por um caso polémico. Porém este poderia fazer ou destruir completamente a sua carreira. Como uma montanha russa, Jake tenta parar a viagem de Carl Lee rumo à câmara de gás. O caso era tão complexo e controverso que acaba por incomodar a Klan (KKK), uma organização anti negros.

Todas estas coincidências provocadas por John Grisham induzem a uma revolta de consciências, pois o polícia ferido apresenta-se como uma testemunha de defesa, relatando que faria o mesmo se a sua filha fosse estuprada. Toda a trama põe em causa a justiça dos homens, a lei, a pena de morte e tudo o que a nossa consciência nos revela.





"Que parte nossa busca a verdade? Nossa mente ou nosso coração? Eu quis provar que um negro podia ser julgado com justiça no sul... que somos todos iguais aos olhos da lei. Não é verdade, porque os olhos da lei são humanos. Os de vocês e os meus. E até podermos nos ver como iguais, a Justiça nunca será imparcial. Ela continuará sendo um reflexo de nossos preconceitos. Até lá, temos o dever, perante Deus, de buscar a verdade. Não com nossos olhos, com nossas mentes, porque o medo e o ódio fazem surgir o preconceito do convívio, mas com nossos corações, onde a razão não manda"...

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

A luta

Está ai alguém?
Perdi a minha fé
Sinto-me sozinho!
Acabaram de roubar a minha inocência!
Alguém viu por aí a minha alma?
Quiseram tirar a minha essência!
Está ai alguém?
Preciso de ser ouvido!
Alguém quer me ouvir?
Estou aqui! 
Acreditem em mim
Não sei se aguento mais um dia assim
Já nada faz sentido
Querem me crucificar
Muitos dizem que eu já devia de ter ido
Conseguem acreditar?
Tenho falta de um abraço
Olhem..., as nuvens estão a abrir
A vitória está a um passo
A verdade vai florir
Está ai alguem?
Estão a ouvir?
Chegou a liberdade
Conseguem sentir?
Agora sou eu e a minha verdade
Ouviram bem?
Sou eu! 
A verdade prevaleceu.
Posso respirar fundo
Sou eu!
Acredito no mundo!

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Olha as coisas de um jeito diferente


A melhor forma de lidar com os erros é parar de chorar sobre o leite derramado. Encara-los e acima de tudo ACEITAR como um método de aprendizagem! 

" Nunca uma falha, sempre uma lição"

Cheers

Foi-se embora a brasileira mais marafada que conheci!  Foi-se embora a magana que fez gostar de beber uma cervejinha gelada no final da tarde. É verdade... até a conhecer eu não bebia cerveja!
Um brinde à nossa amizade, pois não é um oceano que nos vai separar.

sábado, 8 de setembro de 2012

Bom Dia!

Gostava mais dela na época em que namorava com o meu Ben Affleck
Um sorriso significa muito. Enriquece quem o recebe, sem empobrecer quem o oferece; dura apenas um segundo, mas a sua recordação, por vezes, nunca se apaga


sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Boas novas


Vênus começa a caminhar através de seu signo e o amor fica mais próximo de você. Caso esteja só, terá algumas boas oportunidades de romance durante as próximas quatro semanas. As finanças também são beneficiadas por esse trânsito.

Uai????


quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Home Sweet Home

Gosto tanto desde cantinho a que chamo de "a minha casa"

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

What goes around, comes around

Fui, sou e sempre serei um ZERO à esquerda a matemática. É o meu calcanhar de Aquiles e eu sempre tentava ter boas notas mas sem sucesso. Tive explicações e nada resolveu o meu problema. Então no secundário decidi entrar na área de línguas e humanidades. MARAVILHA! Finalmente eu estava no céu.  Bem.. depois que terminei o liceu , parei durante um ano para escolher o curso que haveria de seguir, porque na altura não tinha uma mínima ideia. Bem... a única certeza que eu tinha é que não ia escolher algo que me fritasse a mioleira com matemática... e assim foi! Entrei em fisioterapia. Hoje estou no 2º ano e qual não é o meu espanto quando a cadeira que iria iniciar o ano lectivo é ESTATÍSTICA!!!!!
Fórmulas e mais fórmulas, contas.... Oh meu Deus!
Por muito que eu fuja a matemática vem até a mim! Bem, vai ser mais um obstáculo que eu vou ter de ultrapassar...  e disso tenho a certeza! Porque se eu vim de um curso de humanidades que nada sabia de cromossomas e meiose e mitose e passei não vão ser numeros que me vão dar a volta!!!


Lição do dia #1

Quando apontares um dedo a alguém não te esqueças que tens três apontados para ti...

terça-feira, 4 de setembro de 2012


Eu quero ver o que nunca vi
Quero viver o que nunca vivi
Eu quero provar o que nunca provei
Saborear, Sentir e ver!

Quero o tudo, quero o nada
 Uma inexplicável fome de querer
Fogo impulsionador e determinante
Que nunca cessa e nunca cessará
Porque esta é a nossa existência… a nossa natureza!



by:tixa

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

E assim acabam as férias...

Férias? Não sei se é o nome mais indicado... talvez uma pequena pausa nos estudos para trabalhar durante os meses de Verão.
Por cá, as aulas já começam amanhã... aproveitei o dia de hoje para molhar o pezinho na piscina.


sábado, 1 de setembro de 2012

Arte em movimento

Palavras para que? Um trapo e umas ventoinhas são o bastante para fazer arte