segunda-feira, 10 de junho de 2013

Dinheiro e aniversários

Ontem a pipoquinha (nome carinhoso que chamo à minha prima), fez um aninho. Tempo passa a fugir e aquela miúda esta cada vez mais esperta! Acontece que ontem fui à festinha e fiquei um pouco aborrecida com uma situação que venho a presenciar com alguma frequência. Os convidados oferecem dinheiro ao aniversariante. Foi o que aconteceu ontem com a pequena, os meus pais são os padrinhos e deram um envelope à afilhada! Eu, pessoalmente, não gosto nem de receber ou dar dinheiro quando há um aniversário. Só demonstra que não temos paciência para escolher algo, para a pessoa em questão. Eu perco tempo em pensar o que vou oferecer, se vai gostar, tenho o cuidado procurar algo em que eu e o aniversariante nos identifiquemos, muitas das vezes até eu mesma faço a prenda. Gosto de saber que passado alguns anos venham a recordar aquele presente juntamente com a pessoa que o ofereceu, agora dinheiro? Ao que é que isso nos vai remeter como uma boa lembrança? Sinceramente, não há nada melhor do que aquela curiosidade de saber o que esta na caixinha, de abaná-la e tentar descobrir o que é, de rasgar o papel... enfim! É apenas a minha opinião. 

1 comentário:

Márcia V. disse...

Dar dinheiro por vezes torna se mais fácil porque assim não se corre o risco de a pessoa não gostar da prenda no entanto torna a prenda pouco pessoal,há os dois lados da questão.