quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Natal e essas coisas

Hoje acordei mais cedo do que devia e liguei a televisão, coisa que raramente faço. Então deparei-me com as publicidades que marcam a grande época das Leopoldinas e Popotas! E sinceramente eu fico triste com isto! As grandes suprefícies comerciais estão a matar a tradição! Antigamente o Natal tinha mais magia e encanto
Eu lembro-me que ficava radiante só de pensar que ia escrever uma carta ao Pai Natal mas hoje em dia as crianças nem sabem quem é o bom velhinho, porque o Natal divertido é com a Popota e com a Leopoldina!
Eu vivia tanto naquela magia que quando descobri que o Pai Natal não existia, chorei e fiquei uns dias sem falar com a minha mãe... Acreditem!
As minhas primas picavam-me sempre só pra eu chorar.
Milene -  O pai natal não existe... é a tua mãe que põe as prendas!
Tatiana - Pois é.... ele não existe!
Eu - Mas a minha mãe disse que lhe viu no trabalho dela! E perguntou se eu me portava bem... ele existe Sim!
Milene - NÃO EXISTE... ISSO É TUDO MENTIRA!
Eu - ÓÓÓ VÓ.... OLHA LÁ ELAS ( A CHORAR) ESTÃO A DIZER QUE O PAI NATAL NÃO EXISTE!
Avó (mais devia de se chamar santa por nos aturar) - Deixa-as filha... elas são parvas! existe sim senhora! vem cá, deixa-as da mão.

Bem.. este era o clima em que eu vivia, acreditava com todas as minhas forças! Gostava tanto do bom velhinho que  deixava um licor para ele beber quando fosse à minha casa, deixava bolachinhas e uns chocolatinhos. Depois da festa na  casa da minha tia, quando eu regressava ficava super espantada! A janela aberta, copo vazio, papeis dos chocolates e migalhas sobre a mesa.... oh céus! Estou a ver a cena na perfeição! Eu ficava eufórica, parecia que tinha acabado de ganhar a lotaria.
Será que com estas novas figurinhas isso ainda acontece? A euforía e todo aquele encanto? Eu gosto muito desta quadra... é especialmente para crianças, mas se formos a ver, elas nem sabem a verdadeira razão pela qual se festeja. Deveríamos de ter o cuidado de passar uma tradição valiosa e não a banalizar com  ícones de consumismo do Continente e Modelo entre outras cadeias de hipermercados. É que estas personagens nada tem a ver com o Natal, são um estratagema para induzir a comprar, consumir, gastar! Já não há a preocupação do presépio, de quem vai colocar a estrela no cimo da árvore... enfim! Tudo isso deixa-me desgostosa.

AH e tal... mas se comprar o cd da popota estás a contribuir para a caridade com 2€ e não sei o que...
blá blá blá! TRETAS....
Querem saber? Com o dinheiro que a Santa Casa da Mesericordia faz já nem devia de haver pobres em Portugal... considerando que a nossa população é de 10 milhões -.- por isso estas iniciativas devem reverter para tudo menos para instituições de caridade.



VS



Digo-vos... Natal para mim é sagrado e faço questão de que os meu filhos (quando os tiver) acreditem no Pai Natal até aos vinte anos! xD

3 comentários:

ombemua disse...

Concordo contigo plenamente!
E eu sou do tempo que as prendas eram abetas so pela manha :o)
Nem dormia.....:o))))

Baci*

p.s- hoje pensei num post parecido, e não e o meu espanto quando dou de caras com o teu. Vou fazê-lo na mesma..na na na naaaaaa

tixa disse...

ahhahahha és engraçada! fazes este comentário só pra dizer que tiveste a ideia primeiro... -.- IMITONA!

Anónimo disse...

Concordo inteiramente!!!!já nem posso ver a catrefa de publicidade sobre popotas e outras que tais...
A magia do natal há muito que desapareceu, basta ver o que acontece com o montão de prendas que os miudos recebem...passado todo aquele frenesim, nem lhe ligam mais, muitas vezes fixam a atenção num ou noutro
AAAAAAA como era, quando se tentava ficar acordado para ver o Pai Natal descer pela chaminé..e ele que nunca mais descia:(
O quanto significava, muitas vezes apenas um chocolatinho da Regina........
Volta Pai Natal.....:)
Lia